Esporte - Ciclismo: Novo incêndio atinge Velódromo olímpico no Rio de Janeiro

Eugenio Paiva
27 Novembro, 2017

O Velódromo do Parque Olímpico, construído para a Rio 2016, registrou o segundo incêndio em quatro meses na madrugada deste domingo (26). De acordo com as primeiras informações, bombeiros do quartel da Barra da Tijuca foram acionados por volta das 0h36 e trabalharam no local até as 5h10 para conter as chamas.

O Velódromo não sofreu danos estruturais, segundo a Defesa Civil, que esteve no local para vistoriar o prédio. Só o ar-condicionado do local custará R$ 3,5 milhões de energia elétrica neste ano e não pode ser desligado, devido ao piso especial. A Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo) lamentou o ocorrido, que danificou a cobertura do equipamento esportivo. A causa foi, assim como no último dia 30 de julho, a queda de um balão.

Esta é a segunda vez que as instalações do velódromo pegam fogo este ano. Não foi necessário interditar o circuito e administração irá providenciar os reparos necessários. O Velódromo custou R$ 137,7 milhões - cerca de R$ 25 milhões a mais que o estimado pelo Governo Federal e a Prefeitura do Rio. A Secretaria Municipal de Ordem Pública informou ainda, por meio de sua assessoria de imprensa, que o fogo provocou danos no revestimento da cobertura.

Além disso, a Aglo deixou claro que uma vistoria preliminar aponta que não houve nenhum tipo de dano à pista de ciclismo.

Mais artigos por OlimpiaDasRio

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação