Golo de Téo Gutiérrez não evita reviravolta do Flamengo

Abelardo Nogueira
25 Ноября, 2017

A equipe colombiana, por sua vez, se classifica se ganhar por 1 a 0. Minutos depois, o canhoto Felipe Vizeu marcou um golaço de perna direita e deu números finais ao confronto. O time carioca chegava ao ataque, mas não assustou muito o goleiro Viera.

Pouco tempo depois, aos 16 minutos, um grande susto. O goleiro Diego Alves se chocou com o atacante Chará e sentiu fortes dores na costela. Ao time colombiano resta apenas a vitória. Se fechou na defesa e buscou os contra-ataques.

André DurãoA torcida do Flamengo mais uma vez foi a protagonista no jogo do time rubro-negro.

O segundo tempo foi mais agitado e começou com chances claras para as duas equipes. O Flamengo melhorou e passou a pressionar o Junior Barranquilla.

De tanto insistir em jogadas de bola aérea como forma de vencer a defesa colombiana, o Flamengo empatou aos 30 minutos. Trauco cruzou na área para Willian Arão, que tocou de cabeça para trás. Vizeu, de primeira, acertou uma bomba para balançar as redes.

Ainda teve tempo para a equipe da Colômbia ter mais uma oportunidade, em um chute de fora da área de Chará, mas Alex Muralha espalmou para frente e evitou o empate.

O gol de Vizeu deixou o Flamengo em vantagem na disputa por uma vaga na decisão da Copa Sul-Americana. Antes disso, no entanto, o rubro-negro volta a campo pelo Brasileirão, quando enfrentará o Santos, no Rio.

O Junior Baranquilla tentou na agilidade ficar na frente novamente, mas o Flamengo foi impulsionado pela festa da torcida e virou o placar aos 36.

JUNIOR BARRANQUILLA: Vieira, Murillo, Pérez, Ariás e Gutiérez; Pico, Cantillo e González; Mier (Díaz, 16'/2°T), Chará e Téo Gutierrez (James Sánchez, 35'/2°T).

Mais artigos por

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação

O último é de

Outras notícias