Novo diretor da PF vai trocar comando da instituição; veja nomes

Simao Alves
12 Ноября, 2017

O decreto com a nomeação do delegado Fernando Segóvia para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF), assinado pelo presidente Michel Temer, está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (9). O nome do novo diretor-geral da PF, no entanto, ainda é cercado de dúvidas.

Para a indicação de Fernando Segóvia, Temer teria se baseado em outra lista tríplice, elaborada pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim. Foi superintendente regional no Maranhão e adido policial na África do Sul.

Em sua carreira de 22 anos na Polícia Federal, Segóvia esteve na direção do Sistema Nacional de Armas, responsável pelo controle de armas de fogos legalizadas, e comandou operações como a Upatakon 3, uma investida contra a ocupação indevida de área indígena em Roraima.

Segundo a reportagem apurou, Sarney chegou ao Jaburu na tarde de sábado, após reuniões entre Temer, o ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral), o líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR), e o marqueteiro Elsinho Mouco. Já de início, o ministro deu a entender que a mudança seria feita. Mas o favorito da lista, apoiado por Daiello e pela associação de delegados da Polícia Federal, era Rogério Galloro. Segóvia, no entanto, também era um dos nomes que corriam nos corredores da PF. No entanto, a pressão pela troca cresceu nas últimas semanas.

Quando assumiu a cadeira, em 2011, no governo Dilma Rousseff, Daiello pegou uma Polícia Federal renovada.

Após a posse, Segóvia disse que a PF pretende ampliar ações de combate à corrupção e abrir novas frentes de investigação na Operação Lava Jato. Então não será só uma ampliação, uma melhoria na Lava Jato, será em todas as operações que a PF já vem empreendendo. A expectativa é que o novo diretor-geral da PF se encontre, ainda nesta sexta, com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

O Ministério da Justiça confirmou o pedido e disse que por meio de nota, que a exoneração se deu por "razões de foro íntimo".

Mais artigos por

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação

O último é de

Outras notícias