"Especular não ajuda ninguém" — May repreende Trump

Valeria Vaz
17 Setembro, 2017

O presidente dos Estados Unidos da América está a acompanhar o ataque terrorista ocorrido esta manhã, em Londres, opinando no seu Twitter pessoal.

A polícia metropolitana de Londres, conhecida como Scotland Yard, oficializou há pouco que a explosão no metrô da cidade, mais cedo, está sendo tratada como um atentado terrorista. "Temos que ser proativos!", completou.

Não foi anunciado até o momento se os culpados pelo ataque realmente estavam no radar da polícia britânica.

Em seguida, ele fez uma advertência sem apresentar detalhes: "Os terroristas fracassados devem ser tratados de uma maneira mais forte". "A internet é o seu principal instrumento de recrutamento, que devemos encerrar e usar melhor", afirma, sem especificar de que forma tenciona monitorizar ou cortar a internet a potenciais terroristas.

O metrô de Londres foi alvo de uma explosão nesta sexta-feira que deixou ao menos 22 feridos, mas nenhum em estado grave ou morto, segundo informações preliminares.

Questionada pelos jornalistas sobre o tweet de Donald Trump, Theresa May criticou a postura do Presidente norte-americano.

"As restrições de entrada nos EUA deveriam ser mais amplas, mais duras e mais direcionadas -estupidamente, isso não seria politicamente correto!", escreveu.

Trump também aproveitou o ataque a Londres nesta sexta-feira para defender sua polêmica proibição de viagem a pessoas procedentes de vários países de maioria muçulmana, que é objeto de uma batalha legal nos Estados Unidos, mas que entrou parcialmente em vigor.

Mais artigos por OlimpiaDasRio

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação