Absolvição de policial que matou negro gera protestos nos EUA

Valeria Vaz
17 Setembro, 2017

A polícia dos EUA afirmou neste sábado (16) que pelo menos dez agentes foram feridos durante um protesto em St. Louis, no Estado do Missouri, contra a absolvição de um ex-policial branco que matou um jovem negro.

Segundo as autoridades, diversos patrimônios público e privado foram danificados.

Em 2011, o rapaz foi baleado durante uma perseguição policial e não resistiu aos ferimentos. Na ocasião, ele disse que viu Smith - suspeito de traficar drogas - segurar uma arma.

Para o juiz Timothy Wilson, a acusação não demonstrou nada além de "uma dúvida razoável" de que o policial não atuou em legitima defesa.

O ex-policial garantiu ter visto o homem tentando pegar um revólver de seu carro, mas a arma não aparece nas imagens da câmera instalada na viatura, nem nas que foram feitas por celular por uma testemunha, ou mesmo nas da câmera de vigilância de um restaurante próximo.

A multidão foi aumentando ao longo do dia no exterior do tribunal Carnhan, no centro da cidade. O protesto foi em St. Louis, no Missouri, meio-Oeste dos Estados Unidos.

Em agosto deste ano, três pessoas morreram em Charlottesville, na Virgínia, durante embate entre um grupo da extrema direita e manifestantes antirracismo.

Mais artigos por OlimpiaDasRio

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação