Coreia do Norte ameaça a Tóquio e Seul após novas sanções

Valeria Vaz
16 Setembro, 2017

"A adoção de uma ilegal e maléfica nova 'resolução de sanções' impulsionadas pelos Estados Unidos constitui uma oportunidade para que a Coreia do Norte comprove que o caminho que escolheu é absolutamente correto", declarou a chancelaria norte-coreana em um comunicado publicado pela agência oficial KCNA. O encontro dos 15 países membros foi convocado por Estados Unidos e Japão, após o lançamento, na última sexta-feira, de novo míssil no mar do Pacífico japonês, pela Coreia do Norte.

A maioria das bolsas asiáticas encerrou com ganhos, apesar do novo teste de míssil feito pela Coreia do Norte.

"Espero que a China decida por conta própria (...) recorrer à poderosa situação do fornecimento de petróleo para convencer a Coreia do Norte a se reposicionar em direção ao diálogo e a futuras negociações".

A Coreia do Norte "redobrará esforços para incrementar seu poderio e proteger a soberania nacional e o direito a existir", acrescentou a chancelaria.

Em visita a Londres onde se reuniu com a primeira-ministra britânica, Theresa May, e com o ministro britânico do Exterior, Boris Johnson, Tillerson disse que os EUA queriam ver uma resolução muito mais forte do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), que na segunda concordou com a imposição de uma nova rodada de sanções à Coreia do Norte.

O projéctil disparado hoje percorreu 3.700 quilómetros antes de cair em águas do Pacífico, a leste da ilha de Hokkaido, no norte do Japão.

"Ao trabalhar com eles e com outros parceiros democráticos, nós continuamos a construir consenso no Conselho de Segurança das ONU para criar uma frente internacional unida que defenda nossos valores e lute para nos deixar mais seguros".

O lançamento de hoje correspondeu ao primeiro teste da Coreia do Norte desde que o Conselho de Segurança da ONU aprovou na segunda-feira, por unanimidade, o oitavo pacote de sanções, em resposta ao seu sexto e até à data mais potente ensaio nuclear efectuado a 03 de Setembro.

Mais artigos por OlimpiaDasRio

Deixe um comentário sobre o artigo

Ação